Consumidor 4.0

Sua marca está preparada para atender o consumidor 4.0?

O cliente sempre tem sempre razão! Essa é a clássica frase que por muito tempo prevaleceu na relação entre consumidores e empresas. O cliente tinha a sensação de “poder”.

Agora, os tempos são outros e o cliente tem realmente o poder na palma da mão. São 230 milhões de celulares ativos para uma população com cerca de 210,1 milhões de habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).  Isso mostra que há no Brasil mais de um smartphone por brasileiro.

Altamente informado e conectado, o consumidor 4.0 é fruto do avanço da tecnologia. Inspirado no conceito do Marketing 4.0  criado por Philip Kotler, para o consumidor 4.0 não existe mais a separação entre o online e offline.

O consumidor agora é onipresente. Ele faz uma compra pelo site da loja, manda entregar na cidade do Rio de Janeiro, enquanto está em uma viagem de negócios em São Paulo. Se locomove pelo carro solicitado por aplicativo, escolhe sua refeição preferida via aplicativo de entrega e deseja boa noite aos filhos por videoconferência.

A possibilidade de ter diversos recursos ao alcance dos dedos para decidir o que deseja, onde e como quiser. O poder está realmente na mão do consumidor. Já as marcas precisam saber como atender essa nova realidade.

O COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR 4.0

Crédito: https://br.freepik.com/
  • Pesquisa antes de efetuar a compra. Seja em sites de busca, redes sociais ou através de avaliações e opiniões de outros compradores;
  • Espera ter um atendimento personalizado e humanizado;
  • Quer ser informado sobre cada processo do seu pedido;
  •  Espera que o atendimento continue eficiente no pós-compra;
  •  Influencia outros consumidores;
  •  Expõe suas opiniões nas redes sociais;
  •  Tem voz ativa perante as marcas;
  •  Busca por uma comunicação mais digitalizada e eficiente.

AS MARCAS NA ERA DO CONSUMIDOR 4.0

crédito: Cartão de visita foto criado por ijeab – br.freepik.com

A maior autonomia do cliente fez com que o mercado ficasse cada vez mais competitivo. Empresas com visão de futuro estão atentas ao presente e investindo em tecnologia e comunicação para atender as novas demandas.

  • O CONSUMO OMNICANAL

A empresa omnicanal pode atender o cliente por diversos meios, de acordo com suas necessidades. Por isso, a necessidade da convergência entre as lojas físicas, virtuais, aplicativos, ferramentas digitais e redes sociais.

  • PERSONALIZAÇÃO

O consumidor é um ser humano com desejos e necessidades únicos. Ferramentas tecnológicas como Data Science, Big Data e Business Intelligence fornecem dados que devem ser usados para traçar um atendimento personalizado e diferenciado aos clientes.

  • REDES SOCIAIS

Ter perfis ativos nas redes sociais é fundamental para o sucesso dos negócios. As plataformas oferecem diversos benefícios como coleta de dados, aproximação, engajamento e alcance do público-alvo.

  • AUTOATENDIMENTO

Seja na loja física no momento de pagar as compras ou pela internet, o autoatendimento procura atender o cliente de forma eficiente e ágil, sem a necessidade de um atendente humano. A inteligência artificial é uma grande aliada para o autoatendimento. Os chatbots e os robôs inteligentes implementados em Unidades de Resposta Audível (URAs) e em canais online, como sites e redes sociais, melhoram o atendimento.

  • TECNOLOGIA IMERSIVA

A tão desejada multi experiência é um misto de realidade virtual, aumentada ou mista. A tecnologia rompendo barreiras com soluções que oferecem experiências através dos sentidos.

  • TRANSPARÊNCIA

As empresas precisam preservar os dados coletados dos clientes. Todas as informações precisam ser usadas com segurança e ética respeitando a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

  • AUTOCUIDADO

O cliente precisa sentir-se seguro. As marcas devem obedecer todos os protocolos de segurança e higiene em suas lojas físicas, de acordo com as recomendações dos órgãos locais. O cliente precisa ser bem informado sobre as regras de atendimento presencial e ter as facilidades que integram o online e offline.

LEIA TAMBÉM:

Descubra como a “Transformação digital” pode fazer o seu negócio prosperar

Retomada: Pensar a comunicação para construir oportunidades

Descubra como o Relações Públicas é o profissional que a sua marca precisa

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email