Comunicação

Retomada: Pensar a comunicação para construir oportunidades

Com mais de seis meses da pandemia no Brasil, com o final de ano se aproximando, é chegado o momento de planejar 2021. Muitas empresas tiveram seus orçamentos abalados com a crise e a recuperação no pós-covid vai exigir planejamento. Ainda em um cenário econômico e social incerto. No entanto, certo é que as empresas que se prepararem chegarão mais bem estruturadas para os desafios que o início da próxima década reserva.

Já podemos afirmar que o mundo pós-pandemia trará comportamentos e hábitos adquiridos durante a crise. O Home office, teleconferências, aumento de compras online, redução de idas às lojas físicas, maior pesquisa antes de efetuar um pedido, buscas por empresas que apresentam propósitos, compras em pequenos lojistas para ajudar a economia local, são exemplos que devem permanecer no novo normal brasileiro, segundo pesquisa do Google Surveys/Maio20.

É PRECISO SE REINVENTAR COM TECNOLOGIA E COMUNICAÇÃO

Pesquisa realizada pela consultoria Falconi com representantes de 50 empresas, aponta que 55% dos gestores pretendem acelerar áreas específicas de transformação tecnológica e investimentos em tecnologia, enquanto outros 22% devem fazê-lo em todo o negócio. A tecnologia para otimizar processos, personalizar a experiência de compra, fornecer dados e insights para tomadas de decisões. As ferramentas tecnológicas disponíveis são inúmeras e fantásticas, porém precisam estar alinhadas com a comunicação, por exemplo, para alcançar os resultados desejados.

Nesse ponto que nasce a necessidade de cada vez mais as marcas se humanizarem. Ainda sobre os impactos que a pandemia causou nos hábitos de consumo, os clientes estão buscando marcas que consideram confiáveis, seja por questões pessoais ou sociais. Essa confiança é conquistada, não comprada. Confiança que traz fidelidade, engajamento, relacionamento profundo e resiliente, conforme estudo realizado pelo Edelman Trust Barometer Special Report/2020.

Crédito: br.freepik.com

Ainda segundo o estudo, o consumidor espera que as marcas ajudem a solucionar problemas, que defendam mudanças ativamente, que façam mais para informar suas ações, que sejam confiáveis e acessíveis, que protejam mais as pessoas e preservem seus funcionários.

E os consumidores estão boicotando marcas de acordo com sua reação à pandemia. Boicote que deve permanecer.

O consumidor está mais exigente e querendo ser bem informado. Clientes, colaboradores, fornecedores e todos os stakeholders precisam saber o que a marca faz e cria e como está contribuindo com a sociedade.

O QUE SUA MARCA DESEJA PARA 2021?

Esqueça as simpatias de final de ano. Somente o planejamento vai fazer 2021 ser um ano próspero. Planejamento que precisa contemplar investimentos. Especialmente em tecnologia e comunicação, porque é preciso estar antenados com o presente para projetar com êxito.

Cada marca vai dispor dos recursos de acordo com suas receitas. Só não é possível ficar de braços cruzados, é preciso agir.

Crédito: br.freepik.com

A pandemia surpreendeu o mundo e vai deixar muitos aprendizados. Aprendemos que as interações humanas permanecem mesmo à distância, que não podemos nos acomodar na zona de conforto, que é preciso ter flexibilidade para se adaptar e que ninguém faz nada sozinho.

Por isso, a DAAZ Comunicação conta com um time de C@maleões pronto para ajudar você a construir as novas oportunidades para o seu negócio. Um olhar de fora e estratégico para enxergar todo o potencial da sua marca.

Entre em contato conosco e descubra todo que podemos fazer juntos.

LEIA TAMBÉM:

Descubra como o Relações Públicas é o profissional que a sua marca precisa

Descubra como a “Transformação digital” pode fazer o seu negócio prosperar

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no print
Compartilhar no email